EM FOCO / BRADESCO

Imprimir Notícia

Bradesco pressiona bancários a aderirem a plano de demissão

Principais vítimas da pressão do banco são os bancários que já estão aposentados pelo INSS.

27/07/2017 às 13:26
Leandro Santos - ASCOM/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

O SEEB-MA tem recebido denúncias de bancários considerados elegíveis ao PDVE, que gestores do Bradesco, de forma velada, estariam pressionando-os a aderirem ao plano de demissão voluntária especial, que recentemente foi lançado pelo banco, principalmente, aqueles que estão aposentados pelo INSS. Portanto, sem nenhum respeito àqueles que dedicaram dias e anos de suas vidas em serviços à instituição, que, agora, quer descartá-los.

O SEEB-MA informa que nenhum bancário é obrigado a aceitar pressão para aderir ao plano, que a nossa luta é pela manutenção e geração de mais empregos e não por demissões como o Bradesco vem fazendo. Há,  ainda, que se considerar as possíveis perdas para os trabalhadores que esse plano de demissão, chamado de especial, pode acarretar.

Diante disso, a direção do SEEB/MA orienta aos que pretendem avaliar o seu desligamento que o façam de forma tranquila, avaliando todos os pontos, e observem  se há alguma vantagem e então possa tomar sua decisão individualmente.

Qualquer forma de pressão quanto à adesão ao plano deve ser denunciada e informada ao SEEB/MA para que sejam tomadas as medidas cabíveis juridicamente.

Plano de demissão voluntária especial

O plano lançado pelo Bradesco exige alguns requisitos aos que desejam se aposentar atendendo pelo menos um deles que são:

• Estar aposentado junto ao INSS, por idade ou tempo de contribuição integral ou proporcional até 31/08/2017;

• Estar apto a requerer o benefício previdenciário da aposentadoria por idade ou tempo de contribuição integral até 31/08/2017;

• Trabalhar na Organização Bradesco há no mínimo 10 anos, completados até 31/08/2017, e atuar em um dos Departamentos ou Empresas Ligadas listados no Regulamento. Na contagem do período de 10 anos é considerado o tempo de trabalho em empresas incorporadas.

Não podemos nos calar diante dessa situação absurda. Condições de trabalho e aposentadoria dignas não são favores, são direitos dos trabalhadores. Vamos honrar aqueles que lutaram por nós.

Avante na luta! Por nenhum direito a menos. 

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3522
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Mobilização, Unidade e Luta.