PLANTÃO / MENTIRA

Imprimir Notícia

Governo alega déficit, mas não para de comprar votos

15/01/2018 às 12:31
A+
A-

O Governo Temer alega em rede nacional de televisão que há uma necessidade de ajustes ficais no país por conta do "rombo" nos cofres públicos. Entretanto, esse cenário caótico parece sumir quando se trata de privilégios aos seus aliados.

Segundo informações da imprensa, o governo Temer concedeu mais de 4% do PIB (Produto Interno Bruto), o equivalente a R$ 275 bilhões, em isenções fiscais a setores empresariais. Esse ano, a previsão é de que mais R$ 283 bilhões também sejam concedidos em forma de renúncia de impostos. Além disso, esse dinheiro sequer tem algum tipo de acompanhamento ou fiscalização.

E mais: para garantir os 308 votos necessários para aprovar a Reforma da Previdência, Temer anunciou essa semana a liberação de R$ 10 bilhões em verbas para a finalização de obras. Só que tem um detalhe: o dinheiro tem destino certo em redutos eleitorais daqueles que apoiarem o governo na aprovação da medida.

Isso só confirma o que o SEEB vem alertando há muito tempo. O Governo Temer quer, cada vez mais, desestruturar a vida dos trabalhadores em benefício dos patrões. Por isso, vamos continuar lutando pelo direito dos trabalhadores brasileiros.

Por nenhum direito a menos, vamos à luta!

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Mobilização, Unidade e Luta.