PLANTÃO / SANTANDER

Imprimir Notícia

Santander extrapola e tenta impor prejuízos aos funcionários

06/02/2018 às 13:39
A+
A-

São muitos os prejuízos que o Santander tenta impor aos funcionários. Na lista, o aumento de 20% na coparticipação do plano de saúde. A elevação está bem acima da inflação de 2017, de 2,95%. Na Bahia, os usuários ainda enfrentam outros problemas, decorrentes da migração do convênio, que saiu do Bradesco Saúde para o SulAmérica.

Com a mudança, houve redução da rede de clínica e hospitais credenciados, causando transtornos para muitas pessoas que tiveram de interromper tratamentos e até mudar de médico. Há ainda denúncias de cobranças indevidas e a falta de obtenção de respostas ao questionarem os erros.

O banco que lucrou quase R$ 10 bilhões no ano passado também tenta colocar em prática a reforma trabalhista, retirando direitos importantes dos funcionários. Pior. Uma das medidas - que retira as homologações de rescisão de contrato dos sindicatos - deixa o bancário completamente vulnerável.

Não é só isso. O banco espanhol alterou as regras sobre hora extra, férias, salário e 13º salário, descumprindo o acordo coletivo da categoria, válido até 31 de agosto. O cenário exige reação do bancário. Não dá para ficar parado, caso contrário, muitos os direitos correm risco.  

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Mobilização, Unidade e Luta.