DESTAQUE / BRADESCO

Imprimir Notícia

SEEB cobra o fim das demissões imotivadas no Bradesco

Principais alvos do Bradesco são os bancários acometidos por problemas de saúde.

05/03/2018 às 07:41
Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

O SEEB-MA denuncia a onda de demissões imotivadas no Bradesco, em todo o Maranhão. Segundo denúncias, os principais alvos são os bancários acometidos por problemas de saúde ou que foram vítimas de “sapatinhos”.

Na cidade de Campestre, por exemplo, um gerente com 18 anos de banco, acometido por várias doenças laborais, foi demitido por ter se recusado a mudar de cidade para assumir uma nova agência.

“Apesar dos problemas de saúde, o gerente de Campestre nunca se afastou por saber que se ele entrasse para o auxílio-doença, com certeza, seria demitido” – informou a diretora do SEEB-MA, Lívia Morais.

Além desse caso, o Sindicato apura, ainda, a suspeita de que dois gerentes teriam sido demitidos após serem vítimas de uma modalidade de assalto conhecida como "sapatinho", em Arame.

“A família de um desses gerentes foi sequestrada e ele obrigado, sob a mira de uma arma, a levar os criminosos até a agência. Apesar da gravidade do caso, o banco não ofereceu qualquer auxílio psicológico ao bancário, demitindo-o pouco tempo depois. Esse caso beira o absurdo, pois o gerente estava oficialmente de férias, porém, continuava trabalhando por ordem da Gerência Regional do Bradesco, uma vez que não havia substituto para ele. Ainda assim, foi demitido” – revelou.

Para o SEEB-MA, essas dispensas são inadmissíveis, ainda mais diante do lucro estratosférico de R$ 19 bilhões obtido pelo Bradesco em 2017. “No ano passado, o banco demitiu 9,9 mil bancários no país.

Ao que tudo indica essa política desumana continuará em 2018: péssimas condições de trabalho, quadro reduzido, metas surreais, assédio moral e demissão para os trabalhadores que, por problemas de saúde decorrentes dessa exploração, não conseguirem ‘suprir’ a voracidade do banco por lucro” – criticou a diretora Lívia.

O Sindicato repudia essa onda de demissões promovidas pelo Bradesco e informa que tomará todas as medidas cabíveis para reintegrar os bancários demitidos de forma imotivada pelo banco.
 

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Mobilização, Unidade e Luta.