PLANTÃO / ECONOMIA

Imprimir Notícia

Bancos lucram bilhões, mas demitem em alta

26/04/2018 às 12:27
A+
A-

A crise na economia não abala os bancos e a cada trimestre lucros bilionários são divulgados. O balanço do Bradesco de janeiro a março mostra ganho de R$ 4,467 bilhões. Alta de 9,72% ante o mesmo período de 2017, quando chegou a R$ 4,071 bilhões.

Esse é o segundo maior resultado da história do banco para um trimestre, perdendo apenas para 2015, quando a empresa lucrou R$ 4,473 bilhões entre abril e junho. Os dados são da Economática.

O Bradesco que bate recorde de lucro é o mesmo que desrespeita os direitos dos funcionários, assedia, sobrecarrega, demite, reduz os salários e cobra taxas de juros absurdas aos brasileiros.

Outro gigante do setor financeiro também obteve balanço extraordinário no trimestre. O resultado do Santander cresceu 25,4% batendo na casa dos R$ 2,85 bilhões.

Mas, assim como o Bradesco, a base do lucro vem da exploração de bancários e clientes. As demissões continuam e a sobrecarga de trabalho aumenta. O banco espanhol também reduz salários e corta direitos. Já os clientes pagam tarifas e juros elevadíssimos. Detalhe: o Brasil é responsável por 27% do lucro global do Santander. O maior índice de todos.  

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Mobilização, Unidade e Luta.