PLANTÃO / GOVERNO

Imprimir Notícia

Abono salarial está em risco no novo governo

06/11/2018 às 10:07
Bancários Bahia
A+
A-

A política de cortes terá continuidade com o presidente Jair Bolsonaro. E quem sofre com as perdas são os mais necessitados. O futuro Ministro da Fazenda, Paulo Guedes, defende restringir ou até acabar com o chamado abono salarial, benefício concedido aos mais pobres que ganham até dois salários mínimos.


Guedes já tinha sinalizado manter membros da equipe Michel Temer. No pacote, todas as restrições que o atual governo não conseguiu implantar por pressão popular.


Em entrevista, Bolsonaro já declarou que pretende encaminhar ao Congresso Nacional um "pacotão" de medidas logo no início do mandato. Além das consideradas mais estruturais, os assessores do novo presidente devem pedir apoio aos parlamentares para a aprovação da medida que adia o reajuste do salário dos servidores para 2020.  

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Sindicato em Ação: a luta continua!