PLANTÃO / DIREITOS

Imprimir Notícia

Governo quer acabar com vales, férias e 13º

19/02/2019 às 10:51
A+
A-

Em meio a escândalos, o governo Bolsonaro vai seguindo trabalhando para atender a agenda do grande capital, que retira ainda mais direitos do trabalhador, sobretudo o mais jovem. Benefícios como o vale-alimentação, vale-refeição, férias, aviso-prévio e o pagamento do adicional de férias devem acabar, com a criação da carteira de trabalho verde e amarela.

Os direitos estão garantidos na Constituição e não poderiam ser mexidos. O problema é que a reforma trabalhista deixa brechas para o descumprimento, uma vez que prevê o negociado sobre o legislado, abrindo caminho para as empresas negociarem o que quiserem com o trabalhador.

O mais aberrante é que a proposta é preparada pela CNC (Confederação Nacional do Comércio) e deve ser entregue ao ministro da Economia, Paulo Guedes, nos próximos dias. O projeto também amplia a idade do programa Jovem Aprendiz, que vai sair dos atuais 14 a 18 anos, para até 22 anos.

Desta forma, mais de 4,5 milhões de jovens começarão a trabalhar com menos direitos e salários menores. Uma proposta ineficaz, que não vai reduzir a alta taxa de desemprego para esse grupo, hoje em 25%, maior do que a média nacional, de 11,6% 

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Sindicato em Ação: a luta continua!