PLANTÃO / SAÚDE

Imprimir Notícia

Crise agrava os problemas de saúde dos brasileiros

27/06/2017 às 16:39
Leandro Santos - Ascom/SEEB-MA
A+
A-

A instabilidade econômica e política do Brasil, criada pelas elites desde 2014 quando Dilma Rousseff venceu as eleições presidenciais contra Aécio Neves, e agravada pelo golpe e o governo de Michel Temer, afeta não só os direitos do brasileiro, mas, especialmente, a saúde.

De acordo com o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), duas em cada 10 pessoas são afastadas do trabalho por causa da ansiedade. Depressão também aparece entre as causas de afastamento, com três a cada 10 trabalhadores diagnosticados.

Os dados do INSS apontam aumento de 17% no número de afastamentos, justamente no mesmo período em que a crise agrava. Saiu de 22,6 mil em 2012 para 26,5 mil no ano passado.

A categoria bancária é uma das mais afetadas com problemas de saúde de cunho psicológico. Em 2013, um total de 5.042 trabalhadores foram afastados por conta de transtorno mental. Em contrapartida, as doenças do sistema osteomuscular e do tecido conjuntivo somam 4.589 casos.

O contexto recheado de metas, assédio moral, pressão, ameaça constante de demissão ou perda de função e redução salarial, aliado a falta de condição de trabalho não deixa que a realidade nas agências seja diferente.  

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3522
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Mobilização, Unidade e Luta.