Fale conosco pelo WhatsApp Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube

PLANTÃO / BANCO DO BRASIL

Imprimir Notícia

BB: bancários rejeitam proposta e mantêm greve

Banco exigiu que Sindicatos desistissem de ações judiciais contra a reestruturação e fez outros pedidos.

10/02/2021 às 09:34
Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

Em reunião de mediação promovida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) nessa terça-feira (09/02), via plataforma Zoom, representantes do SEEB-MA, do SEEB-RN, do SEEB Bauru, da Contraf, da Contec e do Banco do Brasil discutiram alguns pontos da reestruturação imposta pelo BB, medida que visa demitir 5 mil bancários e fechar 361 agências do banco no país.

A pauta da reunião foi definida pela Contraf, que se limitou a pedir a prorrogação da desgratificação dos caixas, que perderão o cargo devido à reestruturação, além de mais transparência do BB nesse processo de desmonte do banco.

Na ocasião, os demais Sindicatos criticaram o fato de as transferências compulsórias, dos descomissionamentos e do fechamento das de agências não terem sido colocados em debate. O desfecho dessa negociação foi uma proposta rebaixada e vexatória do Banco do Brasil aos representantes dos trabalhadores.

Em resumo, o BB prometeu prorrogar a desgratificação dos caixas, por mais 1 (um) mês, em troca da suspensão da greve de 24h marcada para esta quarta-feira, 10 de fevereiro, exigindo, ainda, que os Sindicatos desistissem de todas as ações judiciais que visam barrar a reestruturação, esse ataque do Governo Bolsonaro e da Direção do BB, que causará enormes prejuízos aos bancários e à população, ainda mais em meio à pandemia.

Em resposta, o SEEB-MA, o SEEB-RN, o SEEB Bauru, a Contraf e a Contec recusaram a proposta do banco, que nem de longe atende aos anseios dos bancários, que reivindicam a manutenção das agências, a realização de novos concursos, a nomeação de mais bancários e um atendimento de qualidade aos clientes e usuários, até porque o Banco do Brasil tem condições para isso, pois, somente em 2020, lucrou bilhões de reais.

Por isso, a GREVE NACIONAL DE 24H FOI MANTIDA EM TODO O PAÍS! “Não vamos permitir esse ataque! Contra o desmonte do BB e em defesa dos bancários e da sociedade, vamos à luta. #EsseBancoÉdoBrasil” – afirmou o diretor do SEEB-MA, Rodolfo Cutrim. 

ELEIÇÕES
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Sindicato em Ação: a luta continua!