Fale conosco pelo WhatsApp Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube

EM FOCO / PANDEMIA

Imprimir Notícia

SEEB-MA adota o passaporte vacinal nas sedes de São Luís e Imperatriz

O objetivo da medida é resguardar a saúde e a vida dos(as) associados(as), diretores(as) e funcionários(as).

30/11/2021 às 13:07
Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

O SEEB-MA informa que, desde quarta-feira (17/11/2021), está adotando o passaporte vacinal em suas sedes administrativa e recreativa, em São Luís, e na sede regional, em Imperatriz.

O objetivo da medida é resguardar a saúde e a vida dos(as) associados(as), diretores(as) e funcionários(as), aumentar a segurança sanitária e minimizar o risco de transmissão do coronavírus nas dependências do Sindicato, diante do Decreto Estadual nº 37.176/2021, que flexibilizou o uso de máscaras em todo o Maranhão.

O SEEB-MA aceitará como comprovantes de imunização (passaporte), a carteira física de vacinação ou o cartão virtual emitido pelo site ConecteSUS do Governo Federal (https://bit.ly/3qHUJRK).

Os(as) bancários(as) que, por recomendação médica, não puderam tomar a dose única ou as duas doses da vacina, deverão, obrigatoriamente, utilizar a máscara para entrar nas sedes do Sindicato.

“Como o uso da máscara não é mais obrigatório em muitas cidades do nosso Estado, decidimos adotar o passaporte da vacina como forma de proteger a categoria, assim como os nossos colaboradores, tendo em vista que, apesar do arrefecimento da Covid-19 no país, a pandemia ainda não acabou. Contamos com o apoio e a compreensão de todos” - afirmou o presidente do SEEB-MA, Dielson Rodrigues. 

GALERIA
Fotos | 12/01/2022

Atos públicos marcam 161 anos da Caixa

SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Trabalho, Resistência e Luta: por nenhum direito a menos!