Fale conosco pelo WhatsApp Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube

PLANTÃO / CORONAVÍRUS

Imprimir Notícia

Itaú faz propostas vergonhosas a grupos de risco

Em meio a pandemia, o Itaú propôs um acordo vergonhoso sobre banco de horas aos empregados.

16/07/2020 às 11:48
Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

Em meio a pandemia do coronavírus, o Itaú propôs um acordo vergonhoso sobre banco de horas aos empregados que pertencem aos grupos de risco da Covid-19.

Segundo o banco, essas pessoas poderão compensar ou terem descontadas as horas de afastamento no período compreendido entre o fim do isolamento social até 2021.

Para o SEEB-MA, essa proposta é absurda, pois os trabalhadores estão afastados por determinação das autoridades públicas e não por opção, não devendo ser penalizadas por isso.

Para piorar a situação, o Itaú exigiu, ainda, que os Sindicatos reconheçam que as medidas de proteção oferecidas aos bancários foram e estão sendo adotadas corretamente.

“Com isso, o banco quer evitar ações na Justiça, burlando, inclusive, recente decisão do STF, que reconheceu a Covid-19 como uma doença ocupacional” – afirmou a diretora Gerlane Pimenta.

Lamentavelmente, mesmo diante desses ataques, a Contraf-CUT e os seus sindicatos pelegos nada fazem para resguardar os direitos dos bancários.

Pelo contrário, em seus sites oficiais, essas entidades orientam a convocação de assembleias virtuais para a provar essas propostas indecentes no decorrer desta semana.

Como se não bastasse, a BV Financeira e o Grupo Votorantim propuseram as seus empregados um acordo de redução de salários com base na MP 936 do Governo Bolsonaro.

“Parece piada que o setor financeiro alegue crise e dificuldades financeiras, tendo em vista que acumularam bilhões em lucro por todos esses anos. Exigimos respeito – cobrou Gerlane.

Diante disso, é hora de o movimento sindical levantar a bandeira da estatização dos bancos privados, que pretendem demitir e reduzir direitos, colocando-os à serviço do combate à pandemia.

“Informamos que o SEEB-MA está analisando juridicamente essas medidas do Itaú, da BV Financeira e do Votorantim, a fim de evitar esses ataques aos trabalhadores. Em breve, convocaremos assembleias virtuais para deliberar sobre essas propostas” – finalizou Pimenta.

GALERIA
Fotos | 14/07/2020

Atos públicos contra o fechamento do BASA

SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Sindicato em Ação: a luta continua!