Fale conosco pelo WhatsApp Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube

DESTAQUE / CAIXA ECONÔMICA

Imprimir Notícia

SEEB-MA repudia falas do presidente da Caixa

Pedro Guimarães tratou como meros números os bancários da CEF mortos pela Covid-19.

26/05/2020 às 08:44
Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

O SEEB-MA repudia com veemência a indiferença, a frieza, a ignorância e a insensatez do presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, que em declarações proferidas na reunião ministerial, divulgada pelo STF na última sexta-feira (22/05), tratou os empregados da Caixa, mortos pela Covid-19, como meros números, desprezando a dor das famílias e o clima de medo que assola os bancários da instituição.

Na ocasião, Guimarães afirmou que apenas 49 bancários da Caixa contraíram a doença, sendo que apenas dois morreram, um “número baixo” em relação ao quadro total de funcionários do banco.

De modo lamentável, o discurso do mandatário reflete perfeitamente o pensamento (?) do seu chefe, o presidente Bolsonaro, que trata as mortes causadas pelo coronavírus como simples estatísticas, demonstrando total desprezo com a vida das pessoas, em especial, com a vida dos empregados da Caixa, os quais têm sido verdadeiros heróis em meio à pandemia, garantindo o pagamento do auxílio emergencial aos necessitados, mesmo colocando a sua saúde em risco, numa demonstração real de serviço e de amor à pátria.

Em outras palavras, Guimarães só faltou dizer: “E daí?”, como fez Bolsonaro em relação ao número crescente de óbitos no país em razão da Covid-19.

Como se não bastasse, o presidente da Caixa classificou o “home office” para os empregados do chamado “grupo de risco” como uma “frescurada”.

Porém, não se pode esperar um posicionamento diferente dos representantes desse (des)Governo, que de forma irresponsável e insensível, ignoram todas as recomendações das autoridades de saúde, bem como estudos científicos, vivendo na subserviência de um “mito”, um ídolo de barro inconsequente, que prefere salvar a economia, o lucro dos bancos do que pessoas.

Para o SEEB-MA, as declarações de Pedro Guimarães são inadmissíveis e incondizentes com a história da Caixa, que não merece ter a sua frente um mero capacho, incapaz de respeitar e proteger os funcionários, os clientes e o compromisso social, marca registrada da Caixa, um banco que não pertence a governos, mas – sim – ao povo brasileiro!

Pedro Guimarães: vidas importam... E muito! 

Aguarde novas matérias.

SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Sindicato em Ação: a luta continua!