Fale conosco pelo WhatsApp Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube

DESTAQUE / BANCO DO BRASIL

Imprimir Notícia

BB: SEEB discute reestruturação, reformas e pandemia

SEEB-MA se reuniu com a Superintendência do Banco do Brasil na segunda-feira (08/03), em São Luís.

11/03/2021 às 13:15
Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

Após muita pressão do SEEB-MA por transparência e respeito aos funcionários e à população, a Superintendência do Banco do Brasil recebeu os diretores do Sindicato na segunda-feira (08/03) para discutir temas como a reestruturação, a reforma de agências e os impactos da pandemia nos funcionários do BB, no Maranhão.

Reestruturação

Sobre a reestruturação, os representantes do banco informaram que cerca de 40 bancários aderiram aos planos de demissão voluntária (PDE e PAQ) no Estado. Já sobre o fechamento de agências, o BB revelou que as unidades Praça da Cultura, em Imperatriz, e Volta Redonda, em Caxias, devem ter as suas atividades encerradas no dia 15 de março.

Apesar das cobranças e do repúdio do SEEB-MA, a direção do BB se mostrou inflexível. Segundo o banco, a intenção é investir no atendimento digital e em uma nova linha de clientes, desconsiderando as diferentes realidades do país.

“Essa é uma decisão puramente de mercado, típica do Governo Bolsonaro, que visa ao lucro e não ao atendimento da população mais carente. Como o maranhense, cujo acesso à internet é precário, poderá utilizar os serviços do BB? Não poderá. Além disso, os bancários também serão penalizados com o fechamento das agências, tendo que lidar com a sobrecarga de trabalho, pois terão que assumir os clientes das unidades que foram fechadas. Isso é lamentável” – criticou o diretor do SEEB-MA, Rodolfo Cutrim.

Reformas de agências

Em relação às reformas das agências, a Super-MA informou que algumas foram concluídas, a exemplo da Daniel de La Touche e a do Cohatrac, unidade que – por sinal – será extinta pelo atual processo de reestruturação do BB, desperdício de dinheiro público que os representantes do banco não souberam explicar ao Sindicato.

Quanto às agências Cohab, São Francisco e Jaracati, o Banco do Brasil afirmou que está aguardando a aprovação da Lei Orçamentária Anual (LOA), a fim de obter as verbas necessárias para o término das obras. Em resposta, o SEEB-MA afirmou que continuará fiscalizando e cobrando a conclusão dos serviços.

Impactos da pandemia no funcionalismo

Por sua vez, os diretores do Sindicato solicitaram da Superintendência providências para amenizar os impactos negativos da pandemia na vida e no trabalho dos funcionários.

“Cobramos do banco medidas de segurança mais rígidas, a fim de evitar novos casos de Covid-19 nas agências, bem como protocolos mais eficientes para descobrir, afastar e cuidar dos colegas que testarem positivo para o coronavírus” – afirmou o diretor Dielson Rodrigues.

Segundo os representantes do banco, a Super-MA está atenta à situação e tomará as medidas necessárias para barrar o avanço da Covid-19 nas agências do BB, no Maranhão.

Luta por vacinação prioritária para a categoria

No fim da reunião, o presidente do SEEB-MA, Eloy Natan, pediu compromisso e responsabilidade por parte do banco, que é responsável pela vida de seus funcionários no ambiente de trabalho.

“Enquanto isso, o Sindicato continua atuando em diversas frentes para incluir os bancários no grupo de vacinação prioritária, pois, desde o início da pandemia, a categoria tem atuado na linha de frente da Covid-19, devendo – sobretudo – ter a sua saúde resguardada” – finalizou. 

GALERIA
Fotos | 23/09/2021

Visitas às agências do Maranhão

SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Trabalho, Resistência e Luta: por nenhum direito a menos!