Fale conosco pelo WhatsApp Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube

DESTAQUE / BANCO DO BRASIL

Imprimir Notícia

BB começa a convocar aprovados no concurso de 2021

SEEB-MA cobrará a convocação de todos os aprovados, inclusive os que estão no cadastro de reserva.

06/01/2022 às 09:46
Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

O Banco do Brasil começou a convocar os aprovados no concurso de 2021 nesta terça-feira (04/01). Ao todo, foram chamados 93 candidatos para o cargo de escriturário (agente comercial), classificados em primeiro lugar em cada microrregião, inclusive a do Maranhão.

Os demais aprovados, dentro do número de vagas, deverão ser chamados ainda neste mês, como é o caso dos agentes de tecnologia. O chamamento está sendo feito através do e-mail informado pelo candidato na hora da inscrição no concurso.

Caso precise atualizar os seus dados ou obter mais informações, mande uma mensagem para o WhatsApp BB (61) 4003-5291 ou clique aqui e acesse a página especial do banco destinada aos aprovados no certame. Quanto aos candidatos que estão no cadastro de reserva, a expectativa é que as convocações ocorram no segundo semestre de 2022.

Para o diretor do SEEB-MA, Rodolfo Cutrim, o início das admissões é muito positivo, porém, o Sindicato espera que os excedentes também sejam chamados, tendo em vista que o déficit de bancários do Banco do Brasil, no Maranhão, é muito alto.

“Vamos estar atentos e dialogando com o banco para que mais aprovados sejam convocados, a fim de melhorar as condições de trabalho e de atendimento ao público” – finalizou. 

SAÚDE - CAT
ÁREA DO CLIENTE
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3513
Jurídico: (98) 98477-5789 / 3311-3516
Secretaria Geral: (98) 98477-8001
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Trabalho, Resistência e Luta: por nenhum direito a menos!