Fale conosco pelo WhatsApp Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube

EM FOCO / ASSÉDIO

Imprimir Notícia

Confira medidas que podem ser tomadas por vítimas de assédio

Se você já pediu para ele parar, mas essas práticas continuam, você pode estar sendo vítima de assédio.

08/07/2022 às 12:20
ASCOM/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

Atenção! Por acaso, seu chefe já tocou em partes do seu corpo no seu local de trabalho? Já fez comentários impróprios sobre a forma como você se veste ou sobre a sua índole? Ele já lhe fez propostas ou chantagens sexuais em troca de benefícios na empresa ou para evitar que você seja prejudicada no trabalho?

Ou, até quem sabe, ameaçou você de demissão caso não cedesse às investidas dele? Se você já pediu para ele parar, mas essas práticas continuam, você pode estar sendo vítima de assédio sexual no trabalho, um crime que não pode ficar impune e que precisa ser discutido pela sociedade, pois é uma prática comum em pequenas ou grandes empresas.

Exemplo disso é o que ocorreu com o ex-presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual por inúmeras funcionárias do banco. Segundo as denúncias, ele implantou um modelo de gestão baseado no assédio sexual e moral na Caixa, que se alastrou por diversas agências do banco em todo o país.

Vale ressaltar que assédio sexual não é brincadeira, não é piada e não tem graça. Se você já passou por essas situações, que causam desconforto, humilhação, constrangimento, medo, culpa, entre outras sensações, é hora de denunciar, seja você homem ou mulher, pois o assédio sexual atinge ambos os gêneros.

Se você já disse NÃO e o agressor continua a insistir, vamos junto entender como você deve proceder para se livrar desses agressores.

Algumas atitudes que podem ser tomadas pela vítima de assédio:
• É preciso dizer não ao assediador;
• Contar aos colegas e reunir provas;
• Contar o ocorrido ao chefe do assediador;
• Denunciar ao sindicato;
• Em casos extremos, procurar, de imediato, uma delegacia de polícia e denunciar. 

SAÚDE - CAT
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3513
Jurídico: (98) 98477-5789 / 3311-3516
Secretaria Geral: (98) 98477-8001
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Trabalho, Resistência e Luta: por nenhum direito a menos!