Fale conosco pelo WhatsApp Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube

DESTAQUE / MP 936

Imprimir Notícia

Câmara aprova ataque à jornada de 6h dos bancários

Parlamentares votaram contra os bancários, conforme orientação da Contraf-CUT.

29/05/2020 às 06:41
Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

Na noite dessa quinta-feira (28/05), durante votação da MP 936, a Câmara dos Deputados aprovou um grande ataque à jornada de 6h dos bancários.

A matéria, que já havia sido derrotada com a revogação da MP 905, no mês passado, voltou à cena através de emenda do deputado Vinícius Carvalho (Republicanos-SP).

Segundo a emenda, o bancário que receber gratificação a partir de 40% do salário-base não terá direito à jornada de 6h, o que inviabilizará uma série de ações da categoria, que cobra a sétima e a oitava horas como horas extras na Justiça.

O mais absurdo foi a aprovação do destaque com o apoio do PT e do PSOL, que, por meio dos seus líderes, defenderam que a medida era favorável aos bancários, conforme orientação da CONTRAF-CUT.

Na oportunidade, não houve votação nominal por acordo dos líderes partidários. Além disso, vale ressaltar que foram contrários ao destaque, o líder do PSB, deputado Bira do Pindaré, além dos líderes do PDT, do PV e da Rede.

Agora, a MP será votada no Senado Federal antes de ser encaminhada para a sanção do presidente Bolsonaro. Se aprovada, ainda caberá discussão na Justiça por se tratar de matéria estranha ao tema da MP 936, que tratava sobre o benefício emergencial durante a pandemia, além de já ter sido discutida em outro momento, durante a MP 905.

Para o SEEB-MA, é um absurdo a entrega do direito à jornada de 6 horas pela CONTRAF-CUT. O acordo com os banqueiros, costurado desde a campanha salarial 2018, passando pelo aditivo assinado este ano, garantiu - em troca - a taxa negocial (1,5% sobre PLR e salaŕios dos bancários) e a manutenção das liberações sindicais.

“Vamos à luta! É preciso pressionar os senadores para que esse ataque não passe, também, no Senado Federal! Em tempo, todo o nosso repúdio à Contraf-CUT e a todos os parlamentares que votaram a favor do fim da jornada de 6h dos bancários” - afirmou o presidente do SEEB-MA, Eloy Natan. 

SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Sindicato em Ação: a luta continua!