Fale conosco pelo WhatsApp Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube

EM FOCO / DIA DO SERVIDOR

Imprimir Notícia

No Dia do Servidor, vamos à luta contra a PEC 32

SEEB-MA é contra a Reforma Administrativa, que visa destruir os serviços públicos.

28/10/2021 às 09:01
Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

 O Dia Nacional dos Servidores e Servidoras Públicas, 28 de outubro, será marcado pela luta contra a Reforma Administrativa do Governo Bolsonaro. Para o SEEB-MA, a PEC 32/2020 é um ataque sem precedentes ao funcionalismo público, à população e à classe trabalhadora.

A Reforma prevê o desmonte do Estado Brasileiro, com a destruição dos serviços públicos; o fim dos concursos; o fim da estabilidade dos empregados das estatais, como é o caso da Caixa; e a privatização da gestão de órgãos públicos por meio de convênios, o que facilitará o desvio de recursos da saúde e da educação, prejudicando a oferta desses serviços para a população.

Para o presidente do SEEB-MA, Dielson Rodrigues, o dia 28 de outubro deve ser de reflexão e, sobretudo, de luta contra a política entreguista desse Governo genocida que comanda o país.

“Estamos em uma situação insustentável, com preços exorbitantes no supermercado, no combustível, no gás de cozinha, e não há perspectiva de melhoras para os trabalhadores. Tudo que esse Governo tem para oferecer é destruição: de direitos, de empregos, de serviços e de bens públicos. Não vamos aceitar! Juntos vamos derrubar essa Reforma e esse Governo” – afirmou.

No dia 28 de outubro, o SEEB-MA somará forças ao Dia de Luta Contra a PEC 32: em defesa dos direitos dos trabalhadores, por mais concursos e contra as privatizações. Vamos à luta!

SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Trabalho, Resistência e Luta: por nenhum direito a menos!