Fale conosco pelo WhatsApp Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube

DESTAQUE / BRADESCO

Imprimir Notícia

Polícia conclui que bancário do Bradesco não participou de ação criminosa no Tocantins

As provas apresentadas pelo Gerente Geral da agência foram rejeitadas pelo delegado do caso.

24/02/2022 às 09:36
Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

A Polícia Civil do Estado do Tocantins (TO) concluiu que o bancário do Bradesco, Francisco José Camapum Mesquita, não teve qualquer participação na ação criminosa, que resultou em prejuízo financeiro ao banco, no ano de 2020, na cidade de Augustinópolis/TO.

Vale ressaltar que Francisco, que era vinculado à base do Maranhão, só figurou no inquérito como investigado, única e exclusivamente, em razão de uma denúncia infundada apresentada pelo Gerente Geral da agência, motivada – ao que tudo indica – por desavenças pessoais, visto que todas as alegações do referido gestor foram rejeitadas pelo delegado do caso, com base em testemunhas e em outras provas.

Conforme consta nos autos, devido à frágil denúncia, Francisco, mesmo considerado um funcionário exemplar, promovido por diversas vezes, adoecido pelo trabalho no banco, afastado pelo INSS para tratamento de saúde e sem provas de qualquer desvio de conduta, foi demitido por justa causa pelo Bradesco, sem direito à ampla defesa e ao contraditório junto ao banco, sem saber o motivo de sua demissão e sem receber – sequer – as verbas que lhe eram devidas, o que lhe causou imenso sofrimento por ter a sua reputação manchada por um banco para o qual dedicou a sua vida e o seu trabalho.

Com a conclusão do inquérito, em que o delegado foi contundente ao afirmar que a análise do acervo probatório é “mais do que suficiente” para comprovar a não participação de Francisco no crime, o bancário já acionou o banco, na Justiça, buscando a conversão da sua demissão de justa causa para sem justa causa; a sua reintegração ao Bradesco; além da indenização por danos morais e materiais, a fim de ver restaurada a sua honra, o seu nome, a sua imagem e, sobretudo, a sua dignidade, como um homem correto e probo, bem como um funcionário exemplar, conforme narrou em sua defesa.

O SEEB-MA espera que a justiça seja feita. A luta continua! 

SAÚDE - CAT
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3513
Jurídico: (98) 98477-5789 / 3311-3516
Secretaria Geral: (98) 98477-8001
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Trabalho, Resistência e Luta: por nenhum direito a menos!