Fale conosco pelo WhatsApp Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube

DESTAQUE / VOTO FEMININO

Imprimir Notícia

O voto feminino completa 92 anos

Porém luta pela representatividade politica deve ser apoiada por todos.

03/11/2022 às 08:22
ASCOM/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

Nesta quinta-feira, 3 de novembro, é celebrado os 92 anos do Dia da Instituição do Direito ao Voto Feminino, uma das mais importantes vitórias das mulheres brasileiras na luta pela cidadania e participação na vida política do Brasil. Porém, não basta votar: é preciso também ter condições de ser votada e vencer as eleições.

Para isso, é necessário conscientizar as mulheres sobre o seu papel crucial na política; combater o machismo que impera nesse ambiente e incentivar candidaturas femininas independentes, ou seja, desatreladas de pais, maridos ou irmãos políticos. Só assim as mulheres vão assumir o protagonismo nos cargos eletivos no país.

Afinal, segundo a ONU, o Brasil ocupa apenas o 140º lugar no ranking de representatividade feminina no parlamento entre 191 países. Além disso, segundo a Agência Câmara, apenas 15% das cadeiras na Câmara dos Deputados são ocupadas por mulheres, embora elas tenham direito a 30% das cadeiras legislativas.

“Por isso, as autoridades e os partidos precisam fiscalizar, incentivar candidaturas legítimas de mulheres e impedir candidaturas “laranjas”, cumprindo a lei eleitoral e, de modo algum, tentando burlá-la como ocorre atualmente. Partidos que agem assim, devem ser punidos” – afirmou a diretora do SEEB-MA, Gerlane Pimenta.

Vale ressaltar que as mulheres representam 53% do eleitorado brasileiro, mas, ainda assim, são a minoria nos cargos eletivos se comparadas aos homens. No Maranhão, por exemplo, dos 18 deputados federais, apenas três são mulheres. Já na Assembleia Legislativa, de 42 parlamentares somente 12 são do sexo feminino.

“Em relação à legislatura anterior, houve um aumento de parlamentares mulheres em nosso Estado. Entretanto, a luta deve continuar para alcançarmos a paridade seja no Legislativo ou no Executivo. Afinal, pesquisas demonstram que mulheres no poder governam e legislam melhor. Nesse sentido, sigamos avante” – finalizou. 

SAÚDE - CAT
ÁREA DO CLIENTE
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3513
Jurídico: (98) 98477-5789 / 3311-3516
Secretaria Geral: (98) 98477-8001
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Trabalho, Resistência e Luta: por nenhum direito a menos!