Fale conosco pelo WhatsApp Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube

DESTAQUE / PROJETO DE LEI 1043/2019

Imprimir Notícia

PL que prevê abertura dos bancos nos fins de semana volta a tramitar na Câmara

Os bancários precisam se mobilizar, com urgência, contra o Projeto de Lei 1043/2019.

29/09/2021 às 11:31
Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

Os bancários precisam se mobilizar, com urgência, contra o Projeto de Lei 1043/2019, que autoriza a abertura das agências bancárias aos sábados e domingos no país. O PL, de autoria do deputado David Soares (DEM/SP), voltou a tramitar na Câmara dos Deputados e, agora, está aguardando emendas.

Em seguida, será levado à votação na Comissão de Defesa dos Consumidores da Casa. Para o SEEB-MA, essa medida é inaceitável, tendo em vista que o trabalho aos fins de semana, agravaria o assédio moral e a pressão por metas por parte dos bancos, aumentando, assim, o alto índice de adoecimento da categoria.

“Essa tentativa do governo e dos patrões de retirar mais um direito históricos dos bancários não vai prosperar. Da mesma forma que derrubamos o PLS 203/2017 e as MPs 881/2019 e 905/2019 de Bolsonaro, que visavam permitir o funcionamento dos bancos aos sábados e domingos, também vamos nos articular para barrar o PL 1043/19, com muita mobilização e luta. Enquanto isso, orientamos os bancários a pressionarem os deputados maranhenses para dizerem NÃO a esse projeto perverso que só servirá para adoecer os bancários e enriquecer os banqueiros. Quem votar favoravelmente a esse PL, não voltará ao Congresso Nacional. As eleições estão bem aí” – afirmou o presidente do SEEB-MA, Dielson Rodrigues. 

GALERIA
Fotos | 23/09/2021

Visitas às agências do Maranhão

SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Trabalho, Resistência e Luta: por nenhum direito a menos!