Fale conosco pelo WhatsApp Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube

DESTAQUE / ITAÚ

Imprimir Notícia

Justiça determina retorno de bancária à agência do MA

Diagnosticada com doença ocupacional, agora ela poderá continuar seu tratamento ao lado da família.

20/05/2022 às 08:31
ASCOM/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

Vitória! Em ação ajuizada pelo SEEB-MA, a Justiça do Trabalho determinou que uma bancária do Itaú, diagnosticada com doença ocupacional, retornasse a sua agência de origem, em Balsas, para que possa dar continuidade ao tratamento médico ao lado de sua família, a fim de facilitar o restabelecimento de sua saúde.

O problema da bancária começou por volta de 2013 quando foi transferida pelo Itaú para uma agência na cidade de Gurupi, no Tocantins. No local, ela foi vítima de vários episódios de assédio moral, que levaram a colega ao adoecimento físico e psicológico, constatando-se, em 2021, uma depressão severa, além de outros problemas de saúde ocasionados pelo ambiente de trabalho.

“Após buscar o SEEB-MA, o Sindicato ajuizou a ação e conseguiu essa importante vitória, na qual a Justiça concedeu a prorrogação do benefício previdenciário e a volta da bancária para perto da família, onde esperamos que ela consiga a mais plena recuperação” – afirmou o diretor regional, Cássio Valdenor.

Por sua vez, a diretora de saúde do SEEB-MA, Lívia Morais, cobrou o fim do assédio moral no Itaú e informou que já denunciou o caso ao Ministério Público do Trabalho, com o objetivo de combater não só o assédio, mas o adoecimento coletivo nas agências bancárias do Itaú no Maranhão. 

SAÚDE - CAT
ÁREA DO CLIENTE
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3513
Jurídico: (98) 98477-5789 / 3311-3516
Secretaria Geral: (98) 98477-8001
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Trabalho, Resistência e Luta: por nenhum direito a menos!